Botafogo venceu apenas duas das últimas 10 partidas no Campeonato Brasileiro; veja retrospecto

Loja Casual FC
botafogo campeonato brasileiro
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Apenas dois pontos separam o Botafogo do Cuiabá, primeiro time da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com 27 pontos em 72 possíveis, o Alvinegro é o atual 14º colocado na competição nacional.

A proximidade com o Z4 pode ser explicada por um recorte recente. Nos últimos 10 jogos, o time de Luis Castro venceu apenas dois (Bragantino e Athletico-PR), empatou três e perdeu cinco. Para piorar, o Alvinegro ainda não sabe o que é vencer no returno do Brasileirão. Em cinco jogos, o Botafogo empatou três e perdeu dois.

Últimas 10 partidas do Botafogo

RodadaResultado
15ªBragantino 0 x 1 BOTAFOGO
16ªCuiabá 2 x 0 BOTAFOGO
17ªBOTAFOGO 0 x 1 Atlético-MG
18ªSantos 2 x 0 BOTAFOGO
19ªBOTAFOGO 2 x 0 Athletico-PR
20ªCorinthians 1 x 0 BOTAFOGO
21ªBOTAFOGO 1 x 1 Ceará
22ªBOTAFOGO 0 x 0 Atlético-GO
23ªJuventude 2 x 2 BOTAFOGO
24ªBOTAFOGO 0 x 1 Flamengo

Levantamento feito pela plataforma “SofaScore” apontou que o Botafogo tem índices preocupantes no returno do Brasileiro. O time de Luis Castro, por exemplo, está entre os times que mais precisam chutar para marcar um gol (17.7). Além disso, converte apenas 20% das chances claras que têm ao longo das partidas.

Apesar do retrospecto negativo, o técnico Luis Castro mantém a confiança no processo. Para justificar o otimismo, o português se apega ao trabalho desempenhado no dia a dia do Botafogo.

— Uma das coisas que é verdade é que não somos só nós que estamos ali [perto do Z4]. Há mais equipes que estão assim. Nós estamos nessa luta. Lutar pela permanência é isso, é dar tudo de nós a cada dia. Nossa confiança vem daí. Os jogadores sentem a minha confiança dia a dia. Não só no dia do jogo. Porque eu passo essa confiança porque acredito no meu trabalho. Agora há sempre a percentagem de desconfiança porque um jogo de futebol é algo… nós vamos abordar o desconhecido. O jogo de futebol atrai tantos milhões porque no basquete, quando nós vemos uma equipe mais forte contra uma mais fraca, a equipe forte ganha. No futebol muitas vezes não é assim. Por isso é que nós chegamos, na minha vida, a ganhar o Real Madrid 3 a 0 no intervalo. Quem é apostaria no Shaktar? Ninguém. O jogo é apaixonante por isso – disse.

Projeto a curto prazo

Otimista, Luis Castro vai além. Segundo o treinador, em curto prazo, o Botafogo vai estar num patamar elevado no cenário nacional, a ponto de disputar Libertadores e G4 do Brasileiro.

— Então não retira minha confiança. Eu sei para o que vim. Optei por este trabalho difícil mesmo sabendo aquilo que me esperava. Tinha outras opções, poderia continuar onde estava, mudar de clube, me colocar em outro clube no Brasil. Mas eu optei pelo Botafogo. Acredito no que é o projeto Botafogo. Eu acredito! O Botafogo tem um caminho difícil pela frente, mas daqui a dois, três anos está num patamar elevadíssimo para poder competir pela Libertadores, G4. Acredito nisso. É isto que me move. É minha paixão pelo jogo, pelo desafio, que me faz estar otimista mesmo sabendo dos perigos que corro – finalizou.

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Fortaleza, 4, às 16h, no Castelão, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Redação 5536 Artigos
Fogo na Rede é um veículo profissional especializado na cobertura do Botafogo: últimas notícias, jogos e muito mais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*