Comentarista projeta Botafogo com reforços em campo: ‘muito exposto’

Loja Casual FC
Raphael Rezende Botafogo
Foto: Reprodução

Após a vitória do Botafogo sobre o Boavista por 2 a 1, no Nilton Santos, o comentarista Raphael Rezende projetou o Alvinegro com todos os reforços do time em campo. O debate ocorreu durante o programa Troca de Passes deste domingo, 1, do canal SporTV.

— Eu só consigo ver esse time, para usar todos os jogadores que têm à disposição, no esquema que o (Jorge) Jesus usa no Flamengo e o (Eduardo) Coudet usa no Internacional. Você espeta o Honda ao lado do Pedro Raul como segundo atacante. Deixa o (Bruno) Nazário centralizado. Usa o Cortez saindo de um dos lados e o Luis Henrique saindo do outro. E atrás dele o Yaya (Touré), se tiver assinado. É muito exposto. E aí você tem que compactar o campo o máximo possível para que a equipe não dê espaço entre as suas linhas.

Para endossar o argumento, Rezende lembrou as diferenças de performance das equipes cariocas.

— As pessoas citam o Flamengo, mas olha a altura da linha de zaga do Flamengo em 80% do jogo. O campo de jogo do Flamengo é ínfimo, então você nunca dá espaço para que o adversário tenha o latifúndio que o Boavista teve para trabalhar hoje. O Pedrinho citou algumas vezes hoje. O campo está gigante. É muito difícil pressionar o adversário quando tem a bola. E essa é a realidade do Botafogo hoje. Encurtar é muito difícil.

Propostas de jogo

Ex-jogador, o meia Pedrinho acrescentou um ponto à discussão.

— O modelo de jogo do Jorge Jesus propicia que o Everton Ribeiro e o Arrascaeta fiquem com a bola 80% do jogo. E o Nazário aqui no Botafogo, se ele ocupar uma beirada, ele passa praticamente o jogo inteiro tendo que acompanhar o lateral. Então é muito difícil. O lateral do Boavista amassou bastante dentro do campo do Botafogo e o Nazário não tem essa força. Se fosse em outro modelo, pode jogar o Nazário aberto, principalmente neste do Jorge Jesus que é de construção o tempo inteiro. Agora neste de ser um time reativo, o Nazário perde completamente a função na beirada.

Leia também: Aprenda agora como ganhar dinheiro investindo em futebol

PUBLICIDADE

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.