Kanu projeta disputa sadia com Rafael Forster no Botafogo

Loja Casual FC
Kanu Forster Botafogo
Foto: Vítor Silva / Botafogo

Titular do Botafogo ao lado de Marcelo Benevenuto, o zagueiro Kanu, de 23 anos, vai ganhar forte concorrência no setor. Isso porque Rafael Forster acertou com o Alvinegro e já tem data para chegar ao Rio. Kanu, no entanto, encara a disputa com Forster no Botafogo de maneira natural.

— É sempre bom a chegada de bons jogadores, vamos jogar a competição nacional agora e é preciso ter um elenco qualificado, então a disputa vai ser sadia. O que o professor Paulo Autuori escolher será bem executado dentro de campo – disse à Botafogo TV.

Leia mais: Candidato à presidência do Botafogo nega ser contra S/A: ‘Fake’

Rafael Forster Botafogo
A caminho do Botafogo, Forster disputa vaga com Kanu no Botafogo. Foto: Alex Caparros/Getty Images

Veja mais trechos da entrevista:

Parceria com Marcelo Benevenuto

— Já tenho três anos no profissional, tive uma temporada mais regular, tive mais sequência e graças a Deus estou mostrando um bom futebol. Estar ao lado do Marcelo, é muito bom jogar com ele. São mais de cinco anos de dupla, jogos que jogamos juntos, nós não tomamos gol, a gente se entende.

Titularidade

— Eu vim jogando os últimos jogos, acredito que já sou titular, mas quem decide isso é o professor. Quero estar dentro de campo, para mostrar meu trabalho e quem vai definir isso é ele.

Leia mais: Botafogo encaminha contratação de Salomon Kalou; veja lances

Autuori

— Acho que a confiança que ele passa para os jogadores. Ele tem uma mentalidade vencedora, não precisa provar nada para ninguém e nos dá muita confiança para a gente realizar o nosso trabalho bem feito.

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Renovação

— Fico feliz pelo reconhecimento do meu trabalho. Era um objetivo que eu tinha, eu queria mostrar mais o meu trabalho aqui dentro do Botafogo, eu tinha que retribuir dentro de campo. Com esse contrato novo e essa sequência, eu espero retribuir em dobro tudo o que o Botafogo fez por mim.

Primeiro gol de Caio Alexandre

— Aquele gol dele foi como se fosse o meu. É maravilhoso tudo o que ele tem vivido, tudo o que ele passou e eu estando do lado dele treinando, a gente mora perto, então lembrei de tudo o que a gente conversava e o que a família dele falava. Na hora foi maravilhoso, ele chorou e eu chorei também.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.