Montenegro confirma interesse em Ignacio Jara: ‘Tendência é que venha’

Loja Casual FC
Montenegro Botafogo
Vítor Silva / Botafogo

Principal nome do Comitê Executivo de Futebol do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro concedeu uma entrevista exclusiva à Rádio Brasil nesta terça (07). No papo, o ex-presidente do Alvinegro disse o que espera da temporada do Clube e revelou que o meia chileno Ignacio Jara está próximo de ser mais um reforço confirmado.

— Estamos tentando ver se conseguimos trazer o chileno Ignacio Jara. O Ricardo Rotenberg ficou alucinado pelo jogador. É um atleta com menos de 23 anos. A tendência é que ele venha aí e chegue essa semana.

Confira outras declarações de Montenegro, executivo do Botafogo:

Cícero

— A gente já estava conversando há algum tempo. Ele aceitou baixar o salário nesse primeiro semestre. Nós vamos conversando com ele a cada semestre. Ele está apostando nessa situação futura do Botafogo S/A. Ele vai se apresentar só no dia 9. Já autorizei. A gente conta com ele junto com o elenco.

Diego Souza

— Não tinha condição de ficar com os dois com os salários acertados. Diego Souza foi importante no ano passado. Excelente pessoa, caráter, harmonia total com o grupo, mas a questão é que nosso cobertor é curto. A gente gostaria de ter jogadores no nível dele, mas não dá. Então chegamos a um acordo e estamos pagando um valor acordado. Ele teria mais dois anos de contrato, mas estamos encerrando o vínculo.

O que o torcedor pode esperar de reforços?

— Primeiro, a gente sentia que havia um cansaço dos próprios jogadores, da torcida, com as pessoas que já estavam há algum tempo. Reinava uma desmotivação porque não havia continuidade. Às vezes os atletas se empolgavam, mas baixavam a estima. Então, saiu muita gente. Saíram, que eu me lembre: Gilson, Pimpão, Leo Valencia, Victor Rangel, os garotos que não estavam sendo aproveitados, como Pachu, Gorne, Yuri. Enfim, houve uma reestruturação grande. A gente procurou repor pontualmente. O Guilherme lateral-esquerdo fez um excelente campeonato no Paraná e veio. Quando a gente contrata essas pessoas são para compor elenco. Questão se vai ser titular ou não isso o técnico decide.

— Estamos com muita fé nos garotos da frente, como Luis Henrique, Luiz Fernando. É um belo jogador. O Rhuan queremos ver como sai. Muita fé também no Pedro Raúl. O Igor Cássio é um jogador também que vai começar o ano. O Rafael Navarro, que o Renha observou. Enfim, no meio de campo trouxemos o Thiaguinho que fez um belo campeonato no Oeste. Esse Luiz Otávio é um jogador para compor elenco, que fizemos um contrato de produtividade. Eu acho que a torcida pode esperar nessa transição um time mais jovem, veloz, mais competitivo do que o ano passado.

Quais posições que o Botafogo ainda busca?

— A gente fica na dúvida. Temos que aproveitar o Estadual para dar chance aos garotos. São menos cobrados e são jogadores formados pelo Botafogo. Podem ser valiosos pensando no futuro. Acho que é a nossa chance. O que atrapalha muito é esse calendário maluco do futebol brasileiro. Primeiro você volta de férias dia 8, tem que fazer exame e já no dia 17 tem início do estadual. Absurdo. É uma pré-temporada não feita que afeta o ano todo.

Outro problema: não é só o estadual. Começam jogos isolados e perigosos da Copa do Brasil. Em fevereiro você já tem um jogo chato contra o Caxias-RS. É jogo complicado, porque esses times vêm no embalo e você ainda não está preparado. Mas nossa ideia é essa. A folha deve ficar 40% do que era ano passado. Ou seja, 60% mais barato.

O time que vai jogar as primeiras duas rodadas vai ser o time Sub-20?

— Mais ou menos. Vai ser o time Sub-20. Tem que ver como é que vai estar na Copinha. Tem três jogadores que devem acabar o contrato daqui a quatro meses, como por exemplo Tanque, Fernandes e Marcos Vinícius. São jogadores que a gente não deve aproveitar o ano todo. Então talvez a gente use eles nestes dois primeiros jogos. Nós queremos preparar os jogadores para o ano inteiro.

Carli

— Tem um salário que não é barato. É um belo jogador, um líder. Jogador nas bolas altas impressionante, mas nós temos uma janela. Nós tivemos algumas propostas por ele, mas não aceitamos analisar enquanto não fica esclarecido algumas situações. Inclusive a do Gabriel. Vai depender do que vai acontecer até janeiro. Mas se o Carli ficar vai ser ótimo.

Gabriel

— A minha esperança é porque o Gabriel quer muito ficar no Botafogo. Ele não se sente tão confortável no Atlético-MG, mas ele é profissional. Tem que cumprir contrato. Ele está tentando conversar lá, mas isso envolve talvez uma possível troca por alguém. Tem que ver se o técnico novo quer. Estamos tentando levantar um dinheiro para fazer uma proposta mais concreta. Existe o interesse dele e nosso.

Propostas por jogadores do Botafogo

— Todos os jogadores se apresentam amanhã. A gente espera propostas, mas ainda não chegou nenhuma.

Alexander Lecaros

— Já está no Rio. Faz exames amanhã.

Ouça a entrevista completa no player abaixo

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.