Rhuan dribla polêmica e comemora desempenho no Botafogo

Loja Casual FC
Rhuan Botafogo
Rhuan. Botafogo x Avai no Estadio Nilton Santos. 11 de Novembro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Rhuan Botafogo
Rhuan foi titular pela primeira vez no Botafogo Foto: Vitor Silva/Botafogo

Além de Rickson improvisado na lateral direita, Alberto Valentim promoveu outra novidade na vitória do Botafogo sobre o Avaí, por 2 a 0, no Nilton Santos: Rhuan estreou como titular da equipe profissional.

Apesar do baixo nível técnico do jogo, o jovem revelado pelo Alvinegro foi um dos destaques da partida. Graças a sua atuação, inclusive, o técnico Valentim foi vaiado e chamado de burro pela torcida ao substituir Rhuan na segunda etapa.

Logo após a partida, o treinador do Botafogo admitiu que poderia ter esperado mais tempo para sacar o meia do jogo.

Articulado e driblador, Rhuan se esquivou de polêmicas em entrevista na zona mista do estádio Nilton Santos.

— É a minha primeira partida como titular, foi um pouco desgastante, o Alberto percebeu. E o Lucas entrou muito bem, acabou sofrendo o pênalti e ajudou a gente – pontuou o apoiador.

Confira a íntegra da entrevista com Rhuan:

Avaliação do primeiro jogo como titular

— Importante sempre a vitória. Acho que foi improtante para mim, para o grupo. A rapaziada me apoiou bastante, porque sabiam que seria um pouco complicado para mim sendo a primeira partida como titular. Mas graças aos meus companheiros pude desempenhar meu futebol tranquilamente.

Rhuan Botafogo Avaí
Rhuan mostrou personalidade contra o Avaí. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Quanto de fato traz uma tranquilidade ao grupo por sair do Z-4 do Brasileiro?

— Vitória importante para o grupo, estávamos precisando. Jogamos bem contra o Flamengo, mas por um pecado acabamos sofrendo um gol.

Como vem sendo feito o trabalho com atletas de base para atuarem nos profissionais?

— O grupo é bastante experiente. Tem jogadores experientes que nos ajudam para passar tranquilidade.

A partida como titular deixa um gosto de quero mais?

— Claro que a gente trabalha, treina sempre querendo uma oportunidade. Tenho certeza que o Alberto vai escolher a melhor opção.

Preparado para ser titular na reta final?

— Sim, trabalho bastante. Acho que venho fazendo bons treinos. Minha característica sempre foi ofensividade. Tenho certeza que o treinador vai ver a melhor opção para ajudar o Botafogo.

Primeiro jogo como titular do Botafogo é para guardar com carinho na memória?

— Claro! Antes do jogo fiquei um pouco nervoso, ansioso. Não estava conseguindo nem dormir à tarde. Tive três pesadelos, mas fiquei feliz pelo desempenho.

Que pesadelo foi? Tinha algo a ver com o jogo?

— Todos. Os três eu estava me atrasando para o jogo. Estava no hotel, procurando a escada e não conseguia achar. Mas graças a Deus deu tudo certo. Minha mãe, minha família.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.