Valentim minimiza derrota em jogo-treino: ‘Não é isso que vamos mostrar’

Loja Casual FC
Valentim Botafogo
Thiaguinho.Jogo Treino Botafogo x Estrela do Norte no Hotel Fazenda China Park. 17 de Janeiro de 2020, Domigos Martins, ES, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Valentim Botafogo
Botafogo de Valentim foi derrotado no primeiro teste da temporada. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

No primeiro teste da pré-temporada, o Botafogo foi derrotado pelo Estrela do Norte por 1 a 0, no China Park, em Domingos Martins/ES. O gol foi marcado por Henrique, após bela jogada, ainda no primeiro tempo. Após a derrota, Valentim minimizou o resultado da primeira partida do Botafogo em 2020.

— Não deixamos de trabalhar forte nenhum dia. Queríamos vencer, porque é sempre bom vencer, mas não é isso que vamos mostrar aos jogadores em questão de desempenho. Gostei de algumas movimentações, começamos com umas ideias de jogo – garantiu.

Veja mais declarações de Valentim, técnico do Botafogo

Esboço de time?

— Não tem esboço de time. Conseguimos mesclar bem, usar jogadores da base com os do profissional para dar bom equilíbrio. Era só pra fazermos um treino com um adversário que não seguia nosso dia a dia, que não conhecia a gente – disse.

Evolução

— Precisamos melhorar muito. No ano passado já era cobrança, mas agora começamos do zero. Temos que alternar a posse e chegar mais rápido ao gol adversário. Hoje o Estrela abaixou muito a linha depois do gol. Por isso um jogo de mais rodagem.

Segundo tempo melhor

— Criamos chances mais claras no segundo tempo. Vamos aumentar esse número de chances no último terço.

Estrela do Norte

— Um time que fez jogadas boas, soube ser veloz, importante que foi sem jogadas violentas. Estão de parabéns, um time organizado.

Cícero

— Pode jogar de zagueiro, porque tem boa bola aérea, muito bom senso de posicionamento, boa velocidade, resistência como mostram os números, boa saída de bola. Vou querer utilizá-lo também como volante. Já tinha conversado com ele sobre jogar de zagueiro.

PUBLICIDADE

Zaga

— Ruan Renato é o único que não vejo hoje no lado direito. Em relação a disputa, ela vai ser eterna entre eles. Têm que estar prontos, até porque pouco tempo para trabalhar. Vamos precisar de todos.

Reforços

— Não podemos fugir da realidade do Botafogo, mas estou satisfeito com as contratações. Foram analisadas e aprovadas por todos. Um time jovem mesclando com jogadores já experientes para fazermos um Botafogo forte e competitivo.

Danilo Barcelos

— Danilo é um jogador de muita quantidade, um vai e vem de muitas vezes, um jogador que tinha muita distância percorrida no Vasco. Bom na bola parada, na marcação. Um jogador com características modernas.

Empréstimos de jogadores

— Estamos conversando sobre jogadores que podem sair até para dar mais oportunidades para jogadores que tiveram poucas chances.

Amistoso de segunda

— Termos mais sessões de treino. Como viajamos, já não teremos o treino da manhã, que acaba sobrecarregando. Vamos dar uma segurada na segunda de manhã para ver o time solto fisicamente.

Time titular

— Não tem regra nenhuma para aqueles que ficaram ou os que voltaram sobre quem será titular no primeiro jogo com o elenco todo.

Estreia no Carioca

— Esperamos começar somando. Direcionamos os dias desses atletas que voltaram aqui para esse jogo. Tínhamos um pouco do Volta Redonda. Preparamos eles pra isso.

— Estou ansioso para ver nossa estreia, mas estamos obedecendo também essa carga de treinamentos aqui para irmos o mais forte. O período de preparação nesse início é curto, então precisamos aproveitar. A estrutura que temos aqui é muito boa.

Barrandeguy

— Federico é outro jogador que vai esse vaivem, é um atleta leve, um cara de boa técnica e bom jogo ofensivo. Vi alguns jogos, daqui a pouquinho está aqui com a gente para fortalecer a outra lateral.

Disputa na defesa

— O Ruan Renato é o único que não vejo no lado direito, apesar que, em uma emergência, ele até jogue ali, mesmo sendo canhoto. Em relação a disputa para quem vai jogar, isso vai ser eterno. Eles têm que estar muito prontos, até porque temos pouco tempo para trabalhar e já vamos pegar uma sequência de jogos no começo da temporada.

Contratações

— Nós estamos falando a mesma língua. Em uma oportunidade, eu, no curso da CBF, em dezembro do ano passado, falei muito da realidade do Botafogo. O presidente Montenegro esteve aqui ontem e falou a mesma coisa. Nós vamos trabalhar com aquilo que o Botafogo pode trazer, mas estou muito satisfeito. As contratações foram conversadas, analisadas e aceitas por todos os integrantes da diretoria, para deixar o Botafogo mais forte. A ideia é deixar um time jovem com os jogadores experientes que já tínhamos.

Atletas que podem ser emprestados

— A gente está conversando sobre alguns jogadores que podem sair, estamos com um elenco cheio. Até para dar mais oportunidades para alguns jogadores que tiveram poucos jogos no ano passado.

Warley

— Vejo como atacante de beirada, vou procurar usá-lo ali. Assim como outros jogadores, o próprio Cícero, consegue fazer mais de uma posição, e isso é muito importante. Ou de início ou no decorrer do jogo você consegue fazer uma mudança de posição sem fazer uma substituição.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.