VÍDEO: Leandrão vê perspectiva de título brasileiro para o Botafogo e avalia Tiquinho Soares

Loja Casual FC
leandrão botafogo tiquinho soares
Foto: Reprodução / YouTube

Ex-jogador do Botafogo e hoje técnico de futebol, Leandrão analisou a campanha do Alvinegro no Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao “Futbolaço Podcast”, ele também avaliou o desmpenho de Tiquinho Soares, artilheiro da competição e um dos destaques do time na temporada.

— [A campanha] Surpreende porque a gente viu um primeiro semestre do Botafogo muito abaixo. Então ninguém esperava essa campanha do Botafogo. Aliás, nem os próprios torcedores. Então tem que dar os méritos à gestão do Botafogo, treinador, parte de captação… eles montaram uma equipe muito competitiva. Aliás, eles não montaram uma boa equipe. Montaram uma equipe competitiva que durante a competição virou uma ótima equipe. Hoje, de fato, é difícil ver o Botafogo perder um jogo. Porque é erro zero. Concentração muito alta. Enfim, um grupo muito fechado coletivamente. Então a perspectiva do Botafogo para a competição é de título mesmo.

Ex-centroavante, Leandrão também avaliou Tiquinho Soares, artilheiro do Campeonato Brasileiro e um dos destaques do Botafogo nesta temporada.

— Muito bom jogador. Muita qualidade. Qualidade com a bola no pé, centroavante alto, forte, mas tem qualidade com a bola no pé também. Consegue passes, assistências. É um jogador de muito destaque na equipe do Botafogo. Ninguém esperava, né? É um jogador que, no Brasil, está entre os três maiores.

Foto: Vítor Silva / Botafogo

Tiquinho convocado?

Leandrão também opinou sobre uma eventual convocação de Tiquinho à Seleção Brasileira.

— Todo mundo tá pegando amarelinha, né? Tá difícil. Mas daqui a pouco ele vai aparecer aí, se continuar assim – concluiu.

Leandrão defendeu o Botafogo na Série B de 2003 e o estilo lutador em campo ganhou a torcida. No Alvinegro, aliás, o ex-jogador fez sua melhor temporada, com 24 jogos, 17 gols e uma assistência, segundo “oGol“.

Desde 2021, Leandrão trabalha como treinador. Na função, só dirigiu o Boavista. Ao todo, comandou o time de Bacaxá em 53 oportunidades, com 13 vitórias.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Redação 5522 Artigos
Fogo na Rede é um veículo profissional especializado na cobertura do Botafogo: últimas notícias, jogos e muito mais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*