Após rescisão da Globo, dirigente do Botafogo projeta fim do Carioca

Loja Casual FC
Montenegro Botafogo
Vítor Silva / Botafogo

A rescisão do contrato de transmissão do Campeonato Carioca pela Globo movimentou os bastidores do futebol nesta quinta, 2. Para Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê executivo do Botafogo, a decisão da Globo pode significar, inclusive, o fim do Campeonato Carioca.

— No primeiro momento, fico com muita pena dos clubes menores e da federação, que vive de televisão. Isso pode ser o início do fim, até do Estadual. Atinge muito mais os clubes menores e a federação. No caso dos clubes maiores, eles vão se defender com a TV própria. A gente vai pensar com calma, até o próximo Estadual, negociar com uma plataforma, pode ser TV, à cabo, YouTube, Facebook, pode ser tudo, mas eu acho que os quatro maiores têm torcida e estrutura para se preparar e tentar enfrentar isso – pontuou.

Montenegro Botafogo
Para Montenegro, dirigente do Botafogo, rescisão da Globo pode siginificar fim do Carioca. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Nos bastidores, o Botafogo se movimenta para, se necessário, fazer suas próprias transmissões. Em contato com o Fogo Na Rede, Emílio Adam, vice presidente de Comunicação do Clube, disse que o Botafogo aguarda apenas um parecer jurídico para planejar suas transmissões.

Nós temos estrutura. Com um telefonema, a gente monta uma transmissão padrão Globo. Estamos apenas aguardando um parecer do departamento jurídico, para saber se podemos ou não transmitir. O jurídico é o nosso camisa 10 neste momento. Se tivermos 0,5% de chance de algum problema, nós não faremos a transmissão. Só faremos com 100% de aval do departamento jurídico com a TV Globo. Jamais colocaria o Botafogo em risco em função de uma pseudo audiência – disse.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.