John Textor, do Botafogo, explica saída de Erison, hoje alvo de São Paulo e Coritiba

Loja Casual FC
erison john textor botafogo sao paulo coritiba
Foto: Vítor Silva / Botafogo

Em agosto de 2022, o Botafogo negociou, com o aval de John Textor, o atacante Erison com o Estoril, de Portugal. Na ocasião, o atacante era o artilheiro do Clube na temporada, com 15 gols, o que causou surpresa e revolta de parte da torcida. Em live no canal “FogãoNET” nesta terça, 24, o acionista do Botafogo lembrou o episódio e explicou a razão para negociá-lo.

— No caso do Erison, por exemplo, eu tive que emprestar o jogador quando ele tinha 15 gols na temporada. Eu sabia o que eu ia trazer para o elenco [Tiquinho Soares], e sabia que Erison ia ficar no banco e não ia se desenvolver. Tanto para a sua carreira quanto para ser um ativo do Botafogo e trazer recursos para nós depois. Então tive que tomar decisões impopulares ao longo do ano passado – lembrou.

Leia também: Textor busca acordo com irmãos Moreira Salles por investimento do Botafogo no CT Lonier

Para a vaga de Erison, o Botafogo contratou Tiquinho Soares junto ao Olympiacos, da Grécia. Em 14 jogos, Tiquinho fez 6 gols, deu duas assistências e caiu nas graças da torcida.

Erison hoje é disputado por São Paulo e Coritiba. O atacante tem contrato com o Botafogo até dezembro de 2025 e está emprestado ao Estoril de Portugal. O Coxa está mais avançado para acertar com o jogador por empréstimo, já que o modelo de negócio apresentado pelo Tricolor Paulista não agradou ao Botafogo.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Redação 5537 Artigos
Fogo na Rede é um veículo profissional especializado na cobertura do Botafogo: últimas notícias, jogos e muito mais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*