Montenegro detalha Botafogo S/A; Conselho do Clube será convocado

Loja Casual FC
Montenegro Botafogo S/A
Reuniao do Conselho Deliberativo em General Severiano. 12 de Dezembro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

Membro do comitê gestor do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro detalhou os passos finais do projeto Botafogo S/A. Em entrevista ao jornal O Globo, o dirigente revelou quanto o Clube arrecadou do montante necessário e revelou prazo para fazer oferta pública aos credores do Alvinegro.

— A dívida do Botafogo está em torno de R$ 940 e R$ 1 bi. Mas 50% dessa dívida é fiscal. O grande problema do Botafogo é que ele tem uma receita em torno de R$ 170 milhões e uma despesa de R$ 165 milhões. Com isso, sobra 5, 6 milhões. Mas esse dinheiro, na verdade, não dá nem para começar a passar o serviço da dívida. O Botafogo tem a receber R$ 180 milhões, mas só recebe 30 porque o restante é penhorado. Aí o negócio vira bola de neve.

— Estamos em dois caminhos. Um deles é um com vários investidores, botafoguenses que já ajudaram muito o Clube. Nesse caso, estimamos precisar de R$ 240 milhões para, com 90, 100 milhões chamar os credores trabalhistas e cíveis. O objetivo disso é pagar essa dívida. Porque a fiscal já está mais ou menos equacionada. E você pagando essa dívida, libera todas as penhoras. Você volta a receber R$ 180 milhões e não só os R$ 30 milhões. Com a pandemia, nós tivemos dificuldade de fechar esse número de R$ 240 milhões.

PUBLICIDADE

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Primeiros passos

De maneira didática, Montenegro explicou os primeiros passos da Sociedade de Propósito Específico (SPE), que representa um passo anterior à Botafogo S/A.

— Qual é o primeiro passo do projeto? Quando tivermos o valor próximo a R$ 240 milhões, convocamos o Conselho Deliberativo para informar, de forma pública, os credores. Se os credores receberam a dívida deles com 60%, 70% de deságio, a gente tem dinheiro para pagar à vista. E a partir daí nasce a SPE, uma sociedade de propósito específico. Essa é a S/A, que nasce depois da oferta aos credores. Se os credores não aceitarem, você não tem S/A. O passo seguinte é uma recuperação judicial. Não conseguimos os R$ 240 milhões, mas conseguimos uma verba importante, cerca de 70%, 80% disso. Estamos pensando em fazer a oferta pública. Vamos reunir o Conselho Deliberativo do Clube agora até o final de setembro para fazer a oferta pública. Entre 28 de setembro e 4 de outubro, deve ser feita a reunião de Conselho.

Leia mais: Entenda o que é recuperação judicial, uma das opções da Botafogo S/A

Montenegro Botafogo S/A
Montenegro detalhou passos da Botafogo S/A. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.