Pedro Raul revela que mira Loco Abreu no Botafogo: ‘Chegar perto’

Loja Casual FC
pedro raul live botafogo

O atacante Pedro Raul revelou que espera alcançar Loco Abreu no Botafogo. Em live no Instagram oficial do Clube, nesta terça, 31, o artilheiro do Alvinegro na temporada afirmou que o uruguaio é uma boa referência.

— Quero tentar alcançar o Loco. Vejo que é uma boa referência no Clube. Tem o Túlio. São duas referências na posição. Tentar chegar um pouco perto já vai ser bom — disse.

Leia também: Aprenda agora como ganhar dinheiro investindo em futebol

Veja outros tópicos da entrevista:

Preparação na quarentena

— Tenho recebido treino da comissão. Estava em transição quando o campeonato parou. Agora estou sem dor e estou conseguindo treinar normalmente os exercícios.

Meta no Botafogo

— Ser campeão. Quero atingir os 10 gols para depois ultrapassá-la.

Autuori

— Um cara sensacional. Já conquistou quase todos os títulos possíveis. Vai ser muito importante.

Barroca

— Foi fundamental na reta final da temporada para conseguirmos o acesso (no Atlético-GO). Espero futuramente trabalhar com ele. Soube tirar o máximo de cada atleta. Conversamos no início do ano, foi muito gratificante saber que ele esperava contar comigo no Coritiba.

Quarentena

— Tem que ter disciplina alimentar, ainda mais nós que somos atletas de alta performance. Trabalho todo dia no máximo. É a fórmula para estar em alta performance. É como falo para os meus amigos: você precisa estar no mesmo nível de concentração tanto num clássico quanto contra um adversário dito interior.

Leia também: Os 5 jogadores mais valiosos do elenco do Botafogo; veja a lista

Honda

— Muito profissional. Ele chega 1h30, 2h, antes de cada treino. Depois do treino ele faz vários procedimentos de recuperação. Dentro de campo o nível de concentração dele é muito alto. Quando você tem uma referência técnica como ele é, a gente tenta buscar o máximo.

Caio Alexandre

— Eu falo para ele que é o nosso Iniesta. Ele joga muito. É sensacional.

Experiência em Portugal

— Aprendi muito lá, em todos os quesitos. Táticos, técnicos. Todo período lá foi uma aula. Se desse para anotar, eu gostaria. O meu futebol evoluiu muito. Eles dãso muita importância nos detalhes.

Além de Loco Abreu, Pedro Raul lembrou Túlio no Botafogo. Foto: Vítor Silva / Botafogo

Sonhos a curto e longo prazo

— Curto prazo é ser campeão no Botafogo. Conseguir levar o clube para Libertadores. A longo prazo é a Seleção Brasileira. É o ápice da carreira de todo jogador. Vestindo essa camisa fica mais fácil.

Reação ao interesse do Botafogo

— Estava de férias, viajando. Quando recebi a ligação, falei: “vai mandar para eu assinar ou tenho que voltar?”.

Escolha pelo Botafogo

— É um Clube gigante. Representa muito no cenário. Tem uma camisa histórica. Antes de tomar a decisão, falei com o Barroca. Ele me passou as informações que eu precisava. Disse para eu ficar muito tranquilo. Estou virando amigo de todo mundo lá dentro. Estou muito feliz.

Leia também: Os 5 jogadores mais valiosos do elenco do Botafogo; veja a lista

Referências

— Lewandovski.

Galã do grupo

— Marcinho não dá, com aquele cabelo samurai.

Conhecimento sobre Clube

— Conheço história, ídolos como Zagalo, Jairzinho, Túlio, Jefferson, Gatito

Calendário

— Não consigo imaginar como vai ser, porque tem uma definição da CBF. Não sabemos se vai ter o Estadual, Brasileiro. Temos que nos preparar para estarmos prontos quando voltar.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.