Thiaguinho avalia pré-temporada do Botafogo: ‘Já me sinto em casa’

Loja Casual FC
Thiaguinho Botafogo
Thiaguinho.Treino do Botafogo no Hotel Fazenda China Park. 16 de Janeiro de 2020, Domigos Martins, ES, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Thiaguinho Botafogo
Thiaguinho é um dos reforços do Botafogo para temporada. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

O Botafogo encerrou, nesta quinta (23), a pré-temporada no China Park, em Domingos Martins, região Serrana do Rio. No total, foram 12 dias e 25 sessões de treino. Novo contratado, o volante Thiaguinho fez um balanço do período de treinos em regime de concentração e revelou que já está bem à vontade no Botafogo.

— Para mim foi bastante positivo. A perda do João foi bastante sentida, mas para a vida e carreira dele a transferência foi muito boa. Particularmente, foi bom para me dar continuidade. Meu entrosamento está 100%, todos me acolheram bem, já me sinto em casa, foi muito rápida a adaptação.

Pressionado, o Botafogo enfrenta o Macaé no próximo domingo (26), às 19h, no Nilton Santos. Para Thiaguinho, é grande expectativa para o início da temporada da equipe no Estadual.

— Espero bastante entrega, como vocês estão vendo no dia a dia dos treinamentos, bastante jogadas. Intensidade nesse início não vai faltar.

Veja mais declarações de Thiaguinho:

Responsabilidade de substituir João Paulo

— Não é bem uma responsabilidade, eu estou chegando agora, para isso tem o Carli, o Benevenuto, todos eles blindam bastante sobre isso, então estou leve, estou fazendo o meu papel.

PUBLICIDADE

Avaliação pessoal

— Estou me sentindo pronto. Não só eu como toda a equipe. Estamos fazendo um trabalho muito forte, a estrutura aqui (no China Park) nos deu isso de estar bem já agora contra o Macaé e, por isso, foi motivo de termos ficado aqui mais um pouco.

Avaliação da pré-temporada

— O mais positivo possível, temos que ter calma, colocar a cabeça no lugar e fazer o que a gente vem fazendo aqui que não é nada demais. É fazer o que a gente sabe, não inventar, tirar coelho da cartola.

Valentim

— O trabalho dele é bastante intenso, é um cara que gosta de marcar alto, gosta de atacar, não gosta de ficar esperando os outros times, é bem incisivo.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.