Valentim valoriza entrega e torcida do Botafogo em vitória sobre Corinthians

Loja Casual FC
Botafogo Corinthians Valentim
Valentim. Botafogo x Corinthans no Estadio Nilton Santos. 24 de Outubro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Botafogo Corinthians Valentim
Valentim agradeceu à torcida do Botafogo após vitória sobre o Corinthians. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Na estreia do uniforme 2, o Botafogo venceu o Corinthians por 1 a 0, no Nilton Santos. O gol foi marcado por Diego Souza, no primeiro tempo. Com o resultado, a equipe comandada por Alberto Valentim chegou aos 39 pontos e abriu quatro pontos da zona de rebaixamento.

Após a partida, Valentim concedeu entrevista coletiva e falou sobre o tamanho da vitória do Botafogo. Confira a íntegra da coletiva abaixo.

Tamanho da vitória

— Vitória importantíssima. Essa vitória tem tamanho enorme. A gente consegue chegar aos 39 pontos. Nos distanciar quatro pontos da zona. Fizemos o gol. Nosso time precisava ter jogado mais, foi conversado isso durante o intervalo. Mas é enaltecer o espírito que a equipe teve. O Corinthians não criou chances claras. Sabíamos que seria um jogo difícil.

Diego Souza

— O Diego eu já falei para vocês. É um jogador que nos ajudou muito hoje. Essa era ideia. Eu sabia que quando a bola cai nele, ele consegue nos dá essa qualidade. Os jogos anteriores, optei por outros jogadores pensando aquilo que eu achava melhor para o Botafogo. Vamos precisar de todos. O Botafogo precisa muito do Diego nessas quatro partidas que restam. O Lucas Barros vem treinando muito bem, hoje entrou bem. Vinicius também ajudou. Fez o trabalho que a equipe precisava. Amanhã a gente treina para encarar a Chapecoense, outra final.

Torcida

— Todos juntos. O torcedor diz que é diferente. E é diferente mesmo. Fizeram um barulho muito alto. É muito bom. Nosso muito obrigado ao torcedor, que está nos ajudando muito.

Semana livre

— Semana cheia é muito importante para você fazer um jogo de intensidade.

Rhuan

— Jogou muito bem. Nos ajudou defensivamente, taticamente muito também. Conseguiu segurar bolas. Não é nem característica física dele, mas fez bem. Para falar de escalação, a gente precisa ter todos bem fisicamente para depois decidir terça ou quarta quem serão os titulares, até porque não teremos tempo para treinar.

Marcelo

— O Marcelo fez uma partida muito segura. A gente já esperava dele. Firme, levando perigo ao gol do Corinthians. Firme nas bolas aéreas e nos confrontos individuais.

Título do Flamengo muda algo para a campanha do Botafogo?

— Quero aproveitar a oportunidade e dar os parabéns para o Flamengo. Os jogadores vão aproveitar o máximo. Acredito que eles não treinem para a partida contra o Ceará. Mas estou certo de que quando entrarem em campo vão tentar ganhar o jogo. São profissionais. Vão procurar fazer o papel deles, tenho certeza.

Qual é a conta do Botafogo? Qual jogo mais importante?

— A nossa conta são os três pontos contra a Chapecoense. Não vai nos livrar, mas nos aproxima. Não tem outra conta. Foco total na Chapecoense. De verdade. O nosso dia a dia é voltado para isso. A nossa partida mais importante é essa.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.