Após reunião do comitê, Paulo Autuori está próximo do Botafogo

Loja Casual FC
Paulo Autuori Botafogo
Joaquin Sarmiento/AFP

Membros do Comitê Executivo do Botafogo se reuniram nesta segunda, 10, em General Severiano. Em pauta, o substituto de Valentim para o comando técnico do Alvinegro. Entre os quase 30 profissionais analisados, Paulo Autuori aparece como favorito no Botafogo. Internamente, o nome não é unanimidade, mas Montenegro é um dos favoráveis e responsável pela negociação.

A relação de Autuori com Carlos Augusto Montenegro, hoje membro do Comitê Executivo do Clube, data de 1995 — ano do título brasileiro do Botafogo. Na ocasião, o dirigente bancou o treinador, que chegou como aposta do Marítimo, de Portugal, e foi campeão brasileiro pelo Alvinegro.

Curiosamente, 25 anos depois, Autuori também desembarcaria como aposta para a função. Tudo porque o profissional já declarou, inúmeras vezes, que não tem intenção de atuar como treinador. O trabalho mais recente, inclusive, foi como coordenador técnico no Santos, em 2019.

Como técnico, o último clube de Autuori foi o Atlético Nacional, da Colômbia, em 2019 — do qual saiu após uma goleada sofrida diante do Fluminense, no Maracanã. Foram 28 jogos e 10 vitórias.

PUBLICIDADE

Fator Montenegro

Para convencer Paulo Autuori, a diretoria do Botafogo conta com o “fator Montenegro”, isto é, acredita que a relação entre o eterno presidente e o técnico campeão brasileiro de 1995 seja suficiente para um final feliz.

Para tanto, o dirigente terá de vencer, além da resistência natural de Autuori pelo cargo de treinador, o cenário de colapso financeiro, com salários atrasados — o que já ocasionou a saída do profissional do Vasco, em 2013.

Estrangeiros descartados

Dado o momento difícil do Clube, a chegada de um estrangeiro para função está descartada. Na avaliação do cômite, um profissional de fora do país não entenderia a delicada condição atual do Botafogo.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.