Montenegro revela cifra necessária para Botafogo S/A começar

Loja Casual FC
Montenegro Botafogo S/A
Foto: Vítor Silva / Botafogo

Do montante total necessário, a Botafogo S/A precisa arrecadar cerca de R$ 20 milhões para ser implementada no Clube, revelou Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor do Alvinegro. Em entrevista ao programa “Pop Bola”, o dirigente evitou dar prazo, mas deu detalhes sobre o projeto.

— Estou contando os dias para que isso aconteça. Estamos no processo final da S/A. Tem uma burocracia de contratos, fundos, FIDIC. Estamos fazendo contrato com a SPE e o Botafogo. A parte de arrecadação está muito avançada. Hoje, de R$ 250 milhões, falta cerca de R$ 20 milhões. É importante que isso seja arrecadado. Estamos ansiosos. Essa pandemia poderia ter matado o projeto, mas não matou. Ficou mais lento por determinadas situações. Esse ano é esquisito. Se sair daqui um, dois meses, ótimo. Importante é que saia. Vamos ter benefício disso mais adiante. Isso não faz virar título da noite para o dia. São dois, três anos para consolidar o processo. Enfim, é uma nova vida – contou.

Leia mais: Próximo do Botafogo, Forster buscou referências com goleiro Renan

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Receio da torcida

O dirigente abordou ainda a desconfiança da torcida sobre a Botafogo S/A, dada a composição de alguns investidores — formada por dirigentes do Clube, como o próprio Montenegro.

— Desconfiança todo mundo tem. É uma nova era. Torço muito para dar certo. O pessoal falava muito em profissionalismo. Isso é uma coisa que me ofendia um pouco, porque sempre fui profissional. Só que futebol tem um item que é diferente das empresas, que é a paixão e o imponderável. Você pode contratar um jogador maravilhoso e ele com três semanas estourar o joelho.

Leia mais: Botafogo ultrapassa Sport e assume 13ª posição em ranking digital

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.