Após erros, Montenegro sugere recomendação da CBF contra o Botafogo

Loja Casual FC
Montenegro Botafogo
Vítor Silva / Botafogo

Sete rodadas após o início do Campeonato Brasileiro, Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê de futebol do Botafogo, cobrou a comissão de arbitragem da CBF por erros seguidos contra o Alvinegro na competição. Segundo o dirigente, a falta de critério em jogos do Clube soam como perseguição.

— São sete jogos com problemas de arbitragem em relação ao Botafogo. É impressionante. Não é o VAR. É não ter conhecimento das conversas entre o VAR e o juiz. É a falta de critério. Por exemplo, no primeiro gol do Corinthians, o juiz não tinha a visão do jogador Gustavo. Ele estava em linha reta e o Marcelo Benevenuto estava na frente dele. O árbitro deu um pênalti que não existiu. O jogador simulou. Ele não quis nem pedir o VAR. Por que isso? Por que tem lances que pede o VAR e outros que não pede o VAR? Geralmente isso acontece com times de grande torcida. Por que essa perseguição ao Botafogo? – indagou em entrevista ao ‘FogãoNET’.

Leia mais: Entenda o que é recuperação judicial, uma das opções da Botafogo S/A

Críticas à CBF

O mandatário alvinegro se refere à penalidade marcada pelo árbitro Rafael Traci (Fifa/SC), no início da partida contra o Botafogo. Analisada por especialistas, a decisão do campo foi vista como equivocada.

— O Botafogo tem pessoas conceituadas mundialmente, como nosso técnico, que questionaram a CBF. A falta de pulso no comando durante a pandemia. Estamos sendo retaliados. Por que sete jogos seguidos? Toda a imprensa, especialistas de arbitragem, ex-juízes, todos falaram que não foi pênalti. Por que o senhor Leonardo Gaciba, que foi árbitro de futebol, só vem a público dizer que não foi pênalti? Por que se esconder? É difícil acreditar em coincidências.

PUBLICIDADE

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Para tentar entender os critérios depois dos erros contra o Botafogo, o presidente do Clube se reuniu com a comissão de arbitragem da CBF, na última semana. O encontro, embora considerado satisfatório por Nelson Mufarrej, não evitou novo erro contra o Alvinegro, diante do Corinthians.

— Se você for lá conversar com ele (Gaciba), como nós fomos, mostramos as imagens, disseram que está tudo direitinho. Chegaram a dizer que tinha um lance que iam ver e mandar para FIFA para ver qual a recomendação em um pênalti que fizeram no Bruno Nazário, contra o Fortaleza, no Ceará. Vai mandar para FIFA. Olha a importância do Botafogo. Indo para FIFA! — ironizou.

Leia mais: Luis Henrique, do Botafogo, entra na mira do Crystal Palace, da Inglaterra

Recomendação contra o Botafogo

Diante dos equívocos recorrentes contra o Botafogo, Montenegro sugeriu, inclusive, a hipótese de haver recomendação da CBF em lances contra o Clube no Brasileiro.

— Eu só pediria ao Gaciba que dissesse: ‘olha, foi pênalti’ ou ‘não foi pênalti’. Não vai mudar o resultado, mas para ver se estamos vendo a mesma coisa. Ou se é crítica sem nexo, se existe alguma coisa contra o Botafogo. Eu não acredito em má fé. Mas pode, sim, haver uma recomendação: ‘olha, na dúvida, é contra esse time que andou falando muito mal de nós (CBF)’. Então, eu pergunto publicamente ao Gaciba: foi pênalti ou não foi? Só isso. As imagens estão aí. Não vi ninguém ainda falar que foi pênalti. Gostaria de ouvir do presidente da comissão de arbitragem da CBF.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Foto: Vítor Silva / Botafogo

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.