Barroca explica por que não utiliza Leo Valencia no Botafogo

Loja Casual FC
Leo Valencia Botafogo
Valencia.Treino do Botafogo no Estadio Nilton Santos. 02 de julho de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

Desde que chegou ao Botafogo, em abril deste ano, Barroca busca aperfeiçoar o novo modelo de jogo, que prioriza o controle a partir da posse de bola. No entanto, o Alvinegro ainda esbarra na lenta transição e pouca verticalização. Meia de origem, Leo Valencia é uma das opções no enxuto elenco do Botafogo. Com Barroca, porém, o chileno perdeu espaço.

No empate sem gols contra a Chapecoense, nesta segunda (26), no Nilton Santos, o apoiador novamente não atuou e viu Marcos Vinícius, recém reintegrado ao elenco, ter nova oportunidade.

Na coletiva antes da partida contra a Chapecoense, Eduardo Barroca explicou a razão de preterir o meia.

— Sempre tive o Leo à minha disposição. Se eu não me engano, Leo jogou comigo sete ou oito jogos. Minhas referências de escolha são três: primeiro é ele com ele mesmo. Segundo é o Leo competir com os jogadores. Ele disputa com Alex Santana, João, Wenderson, Marcos Vinícius, Rickson e outros. A terceira e principal é o jogo. Nos momentos que entra nos jogos, vejo aquilo que ele entregou, aquilo em que superou o adversário, o quanto foi decisivo. Me pauto nestes três pontos. Leo está dentro desse processo. Quando eu entender que ele deve voltar a ser utilizado, será. É um jogador que trabalha sério, tenho o maior respeito por ele. Faltam 23 jogos. Tem jogo pra caramba ainda. Naturalmente vai voltar a ter oportunidade – garantiu Barroca.

No Botafogo desde 2017, Leo Valencia atuou em 75 partidas e marcou cinco gols.
Já Marcos Vinícius, seu concorrente direto no elenco, tem 42 jogos e 6 gols.

A melhor temporada do chileno no Clube foi em 2018, quando atuou em 49 partidas, marcou cinco gols e deu 11 assistências. Em 2019, Valencia participou de 11 jogos e ainda não marcou.

A última partida do apoiador sob o comando de Eduardo Barroca foi na derrota para o Atlético-MG por 2 a 0, pela Copa Sul-Americana, em julho.

O próximo compromisso do Botafogo pelo Brasileiro é sábado (31), contra o Internacional, às 21h, no Beira-Rio.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.