Barroca lamenta erros do Botafogo na derrota para o Internacional

Loja Casual FC
Barroca Botafogo Internacional
Barroca.Treino do Botafogo no Estadio Nilton Santos. 30 de Agosto de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Barroca Botafogo Internacional
Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Com gols de Lindoso, Edenílson e Nico López, o Internacional venceu o Botafogo por 3 a 2, no Beira-Rio. Diego Souza e Marcinho marcaram para o Alvinegro. Com a derrota, o Botafogo permanece com 23 pontos e não conseguirá chegar aos 30 pontos, meta estabelecida por Barroca ao final do turno do Brasileiro.

O Alvinegro só tem mais dois compromissos na primeira metade da competição: Atlético-MG, no Nilton Santos e Ceará, no Castelão. Após a partida, o treinador falou com a imprensa.

Confira a íntegra da coletiva:

ATUAÇÃO CONTRA O INTER
— Partida briosa, o Botafogo buscou o tempo todo contra o Internacional. Colocou bola na trave no primeiro tempo, teve um gol anulado. Buscou até o final. Finalizou 17 vezes, mas não foi suficiente para vencermos o jogo. Erramos. E quando você erra contra uma equipe como a do Internacional você paga um preço. A gente pagou um preço pelos nossos erros. Temos que tirar as lições porque no Campeonato Brasileiro quando você erra contra equipes fortes você tem problemas como a gente teve hoje.

VAR
— Vou preferir não falar sobre esse assunto porque eu ainda não vi todos com riqueza de detalhes, tenho a minha percepção na beira do campo, não se foi ou se não foi, mas da conduta. A gente vai sempre questionar a conduta. Tenho minha opinião sobre isso, mas como não tenho muito hábito de entrar nesse assunto, prefiro ver com uma profundidade maior e resolver com meus jogadores porque o objetivo é tirar as lições de hoje para o próximo jogo.

GATITO
— Saiu porque passou mal no intervalo.

SUBSTITUIÇÕES
— A gente trabalhou as duas situações durante a semana. A gente utilizou o Fernando com o Márcio na linha de frente e o Diego Souza no meio e a entrada de um centroavante para dar um peso maior à frente. A gente utilizou, pressionou, conseguimos fazer o segundo gol, mas não deu tempo de fazer o terceiro. Ficam as lições de aproveitar as oportunidades e não errar contra uma equipe qualificada como a do Internacional.

No próximo domingo (08), o Botafogo recebe o Atlético-MG, no Nilton Santos, às 16h.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.