Gabriel vê Botafogo no caminho certo para chegar à Libertadores

Loja Casual FC
Gabriel Botafogo
Foto: Vitor Silva/Botafogo
Gabriel Botafogo
Foto: Vitor Silva/Botafogo

Apesar da derrota para o Corinthians no último sábado, o zagueiro Gabriel mantém a confiança na possibilidade do Botafogo chegar à Libertadores em 2020. Em coletiva nesta terça (20), Gabriel falou sobre o atual momento do Alvinegro na competição.

Confira a íntegra da coletiva abaixo:

OBJETIVO DO BOTAFOGO
— Nosso pensamento continua o mesmo: chegar à Libertadores. Infelizmente o Brasileiro é muito nivelado, tem o nível muito alto. É natural. Às vezes você ganha, perde ou empata. A Libertadores é o nosso desejo e o do clube. Infelizmente aconteceu, agora temos que trabalhar bastante para o jogo de segunda-feira.

DISCUSSÃO ENTRE CÍCERO E GILSON
— Coisa praticamente natural do jogo, não é fora do comum. Durante o jogo, você quer ganhar o jogo e cobra o companheiro. Às vezes quer a posse de bola. Durante o jogo, na adrenalina, não dá para pedir por favor ao companheiro. Às vezes fala num tom mais alterado. Já foi tudo resolvido, e o clima aqui dentro é muito bom. Nada fora do comum.

DERROTA PARA O CORINTHIANS
— Perder para o Corinthians fora não nos em deixa crise, mas era um jogo que sabíamos que podíamos ganhar. É um tropeço para você não se sentir menosprezado ou muito para baixo. Corinthians tem grande equipe e grande treinador. Fomos para vencer, mas infelizmente não aconteceu.

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO BOTAFOGO
— A gente está fazendo um bom campeonato, temos potencial para ficar mais acima na tabela. Podemos evoluir ainda mais. Ficamos na expectativa de continuar progredindo para entrar na zona da Libertadores.

CHAPECOENSE
— Já temos plena convicção de que será jogo muito difícil. Chapecoense está num momento muito difícil, mas vem de vitória importante no clássico com o Avaí. Eles vêm motivados, e o Botafogo também. Temos convicção do que temos feito e daquilo tudo que temos de melhorar.

LUCAS BARROS
— Lucas Barros está surgindo, menino com potencial enorme. Contra o Vasco, entrou na linha da frente e foi muito bem. Temos que dar confiança para ele.

JONATHAN
— O Botafogo ainda não oficializou a saída dele, mas entendemos que deve sair. Perda significativa, menino jovem, mas com muito talento. Nos ajudou muito quando foi titular e no período quando estava na reserva. Contra o Flu, deu ótimo cruzamento para o gol do Alex Santana se não me engano.Se acontecer de ele sair, será bom para ele, bom para o clube.

BOTAFOGO NO CAMINHO CERTO
— Pelo trabalho e a convicção do que o Barroca tem proposto para nós. Time que mantém a posse, joga com coragem para sair jogando e buscar o gol. Temos que criar mais, isso é mais nítido. O trabalho tem sido muito bem feito.

SOBRE A CHAPECOENSE
— Eu estava em casa, vi que tinha o jogo da Chapecoense. Pensei: “Vou parar duas horinhas do meu dia para observar”. Às vezes é uma finalização de perna direita ou esquerda. Às vezes é um lance que você pode evitar. Assisti ao jogo deles com o Avaí. Everaldo não é referência, se movimenta bem, tem boa finalização e é muito rápido. Vamos estudá-lo, mas vamos estudar toda a equipe deles também.

LUCAS CAMPOS E RHUAN
— Isso é muito bom. Ter dois jovens talentosos, ambos da base. Muito bom ter essas opções. Entraram na Arena Corinthians e mostraram muita personalidade. Bom para o Botafogo e para o professor Barroca. Temos que ter paciência com os meninos, não podemos queimá-los quando fizerem um jogo mais ou menos. Eles têm total confiança da comissão técnica e nossa também.

A Chapecoense é o próximo adversário do Botafogo, segunda (26), às 20h, no Nilton Santos.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.