Gatito elogia sistema defensivo, mas ressalva: ‘Precisamos melhorar’

Loja Casual FC
Gatito Botafogo
Gatito.Treino do Botafogo no Estadio Nilton Santos. 25 de Novembro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Gatito Botafogo
Gatito quer Botafogo sofrendo menos no Brasileiro. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Apesar da vitória contra o Corinthians por 1 a 0, neste domingo (24), no Nilton Santos, o Botafogo foi completamente dominado pela equipe paulista, no Rio. Diagnóstico semelhante tem o goleiro Gatito Fernandez, que viu seu gol ameaçado por 25 vezes ao longo da partida.

— Depois do nosso gol, acho que sofremos bastante. Nos defendemos bem, mas temos que melhorar nessa parte de ficar mais com a bola, tentar administrar com a posse. Precisamos melhorar para não sofrer tanto nos próximos jogos — cobrou Gatito.

O Botafogo de Gatito terminou a partida com 28% de posse de bola e apenas 8 finalizações. Apesar dos números, o goleiro garante que o indicador importante no momento do Clube é outro.

— Foi uma situação de jogo (Corinthians ter mais posse). Eles marcaram muito forte, pressionaram a defesa, erramos algumas vezes quando não consegui dar sequência na saída de bola. Foi muito mérito deles, mas nos defendemos bem. Todos se entregaram. Na maioria dos jogos tivemos a posse e nem sempre vencemos. Então agora eu prefiro tocar menos e terminar com a vitória — garantiu.

Confira outros trechos da entrevista coletiva com Gatito Fernandez:

Sistema defensivo

— O trabalho de ontem foi muito bom defensivamente. Não sofremos gols, dois em casa seguidos sem levar. Em comparação com jogos anteriores, é algo muito importante na reta final. A margem de erro tem que ser menor, estamos melhorando isso. Não podemos dar chances aos adversários. Na parte ofensiva temos criado pouco. Conseguimos marcar contra o Corinthians, mas temos que melhorar, aproveitar sempre.

Chapecoense

— Acho que vai ser um jogo difícil contra a Chapecoense, são muito fortes em casa. Mas temos que ir para esse jogo com uma visão diferente, de buscar o resultado que precisamos para sair logo dessa situação. Temos que ter a ambição de buscar os três pontos, fazer o que temos feito em casa. Diminuindo as chances do adversário. Temos que seguir com essa identidade de luta e entrega. É o que vai fazer a diferença.

Papel de liderança

— Tenho que passar tranquilidade e segurança aos meus companheiros nesse momento. É fundamental para que eles se sintam seguros nessa situação. Estamos jogando jogos de muita pressão, adrenalina muito alta.

Alívio com a vitória

— O resultado positivo nessa situação é muito importante. Mais dos que os três pontos importantíssimos, ele traz confiança ao grupo e mais força para continuarmos lutando. Como falei outras vezes, o Botafogo sempre teve um risco pequeno de queda, sabíamos que tínhamos condição de buscar algo melhor. Essa vitória foi muito importante, todos se doaram ao máximo. Muitos saíram cansados, com câimbras. Tem que ser desse jeito, é a maneira para conseguirmos as vitórias. Todos estão de parabéns

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.