Otimista, Rotenberg acredita em Botafogo S/A ainda no segundo semestre

Loja Casual FC
Ricardo Rotenberg Botafogo SA
Foto: Vítor Silva / Botafogo

Mais do que os reforços para o elenco profissional, a torcida do Botafogo aguarda, ansiosa, a mudança de gestão no Clube. O projeto é visto como a única alternativa para o Alvinegro reverter a atual situação falimentar. Integrante do comitê de transição para a Botafogo S/A, Ricardo Rotenberg acredita que o projeto será implementado ainda no segundo semestre deste ano.

— Estamos trabalhando para isso e vendo alternativas. Muitos que iriam entrar com um valor estão entrando com menos, metade. A gente está otimista de que vai conseguir nesse segundo semestre, coincidindo com uma nova gestão. Estamos trabalhando forte para isso, mas é dinheiro grande, investidores de peso. Estamos caminhando bem. Acho que vamos ter novidades positivas em algumas semanas – disse ao ‘GloboEsporte.com’

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Leia mais: Para pagar funcionários, Justiça determina penhora milionária do Botafogo

Entre os investidores, há a possibilidade de players estrangeiros. Segundo Rotenberg, não há qualquer impeditivo quanto a isso. Ainda de acordo com o dirigente, o objetivo da Botafogo S/A é equilibrar financeiramente o Clube.

— Pode ser que tenha um investidor que não seja do Brasil, não tem problema. Pode ser que não seja majoritário, mas será muito bem-vindo. Queremos um modelo profissional, com equilíbrio financeiro para adquirir uma competitividade importante rápido. O segundo semestre promete essa mudança, um time competitivo em campo e uma mudança gerencial no Botafogo.

Ricardo Rotenberg Botafogo SA
Ricardo Rotenberg faz parte do comitê de transição para Botafogo S/A. Foto: Vítor Silva / Botafogo

Leia mais: Candidato Durcesio Mello revela desejo de investir na Botafogo S/A

Meta inicial do projeto

Para começar, a Botafogo S/A precisa arrecadar R$ 210 milhões. Deste montante, segundo pessoas ligadas ao projeto, já há o comprometimento de investidores de R$ 170 milhões. Na prática, portanto, R$ 40 milhões separam o Botafogo do novo modelo de gestão.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.