Botafogo planeja processar Ferj por recisão de contrato da TV

Loja Casual FC
Botafogo processar Ferj
Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images

Após ser acionado judicialmente pela Ferj, o Botafogo planeja processar a entidade. Prejudicado após a decisão da Globo de rescindir o contrato de transmissão do Carioca, pelo qual receberia até 2024, o Clube entende que a federação é responsável pela decisão.

No contrato firmado com a Globo, o Botafogo receberia cerca de R$ 18 milhões por edição do Estadual até 2024. Por isso, o Alvinegro estuda cobrar R$ 72 milhões da Ferj na Justiça. A informação é do blog ‘Dinheiro FC’, do jornal ‘O Globo’.

Leia mais: Direitos de transmissão: especialista avalia posição do Botafogo

Conheça a melhor linha retrô do Botafogo e ganhe 10% OFF com cupom FOGONAREDE

Vice-presidente jurídico do Botafogo e entusiasta do processo, Domingos Fleury pretende ouvir membros da diretoria, nesta sexta, 17.

— Vamos ouvir a ponderação, mas vai ser difícil deixar de seguir esse caminho — disse.

Botafogo processar Ferj
Botafogo estuda processar a Ferj. Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images

Contrato violado

Para rescindir o contrato de transmissão do Campeonato Carioca, a Globo alegou violação dos termos assinados. Em nota, a emissora carioca lembrou que tinha exclusividade na exibição da competição. Apesar disso, a partida entre Flamengo e Boavista foi transmitida pela FlaTV.

“No entendimento da Globo, o contrato foi violado (…) quando da exibição da partida entre Flamengo e Boavista pela FlaTV. Segundo o contrato, a Globo tinha exclusividade na transmissão dos jogos do Estadual. Vale lembrar que a Federação e onze Clubes assinaram o compromisso. A exceção foi o Flamengo. Na ocasião da assinatura, a legislação brasileira previa que, para a transmissão de qualquer partida, era necessária a obtenção de direitos dos dois Clubes envolvidos. Assim, legalmente, ninguém poderia transmitir os jogos do Flamengo no Carioca e só a Globo poderia transmitir os demais”.

Leia mais: Diretor do Ibope revela meta inicial da Botafogo S/A e valor garantido

Ainda em nota, a emissora aponta que a federação e os clubes não foram capazes de garantir o acordo assinado. O Botafogo pretende debruçar-se nestes termos para sustentar a argumentação.

“Como a Ferj e os Clubes não foram capazes de garantir a exclusividade prevista no contrato, não restou à Globo outra alternativa”.

Siga-nos no Twitter | Siga-nos no Instagram | Siga-nos no Facebook

Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.