Médicos explicam situação de Biro Biro, do Botafogo

Loja Casual FC
Biro Biro atacante do Botafogo
Biro Biro na clínica São Vicente, na Gávea. Foto: Divulgação

Jogador deixou o treino desacordado e amparado pelos companheiros de clube

Durante a atividade desta terça (16), o atacante Biro Biro passou mal, desmaiou e precisou ser socorrido imediatamente pela equipe médica do Botafogo. O atleta foi levado ao hospital São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio.

A repórter Emanuelle Ribeiro, do GloboEsporte.com, registrou o exato momento do episódio. Veja:

Segundo o cardiologista Eduardo Saad, o atleta teve uma síncope — perda súbita e transitória de consciência.

Já no hospital, Saad — responsável pela cirurgia feita em Biro Biro na China — foi o primeiro médico a falar sobre o episódio. Confira:

Eduardo Saad, cardiologista

Estado do atleta
Agora ele está muito bem. Acordado, lúcido, conversando, estável. Está absolutamente normal. O que não temos certeza ainda é do que ocorreu. Ele tem um histórico. Fez tratamento de arritmia benigna no ano passado, nada que pudesse causar morte súbita ou algo que se aproximasse disso. Foi liberado para jogar. Fez exames periódicos em vários clubes diferentes, na China, no Brasil. Hoje o que aconteceu é que ele teve um mal-estar durante o treino, foi retirado de campo e já deitado, em observação, teve uma perda transitória de consciência. Ele não estava monitorado e nem em ambiente hospitalar, então ainda não sabemos o que causou essa perda de consciência. Claro que a primeira coisa que vem à cabeça e que temos que descartar é uma arritmia. Ele vai precisar passar por uma série de exames.

Parada cardíaca
Eu não sei se eu diria o termo reanimado. No momento em que a pessoa perde a consciência e não se detecta uma reação, ele foi muito brevemente massageado. Mas isso não implica dizer que teve uma parada cardíaca ou algo do gênero. Foi atendido naquele momento, mas não foi isso que o fez se recuperar. Ele se recuperou espontaneamente.

Futuro de Biro Biro
Muito difícil falar nesse momento. A gente não tem ideia ainda do que causou esse mal-estar hoje. É precipitado dizer o que aconteceu. É muito cedo. Os exames recentes não apontaram nada de maligno no coração. Isso pode mudar? Pode. Mas é cedo para falar.

Cirurgia no atleta em 2018
Ele fez uma avaliação elétrica do coração por cateter chamada Estudo Eletrico Fisiológico, onde se faz uma avaliação completa da parte elétrica do coração, que não mostrou que ele tinha nenhuma arritmia ou potencial de arritmia perigosa, maligna. O que foi detectada foi uma arritmia na parte de cima do coração chamada de dupla via nodal, que é benigna. Por ser um atleta profissional e por ser um procedimento relativamente simples, ele fez uma ablação por cateter, que é uma cauterização desse foco de arritmia.

Ricardo Bastos, ortopedista do Botafogo

Primeiro atendimento
Ele caiu no campo e eu estava no treino. Vimos o sinal vital e decidimos levá-lo para dentro do nosso departamento onde tinha uma maca. Estabilizamos ele e decidimos transportá-lo para o hospital para começar uma investigação e dar maior conforto para ele.

Christiano Cinelli, chefe do departamento médico do Botafogo

Em entrevista ao programa Globo Esportivo, da Rádio Globo, Cinelli também explicou a situação do jogador.

Sobre o episódio
O Biro Biro deu um susto na gente hoje no treino. Ele teve uma síncope, uma perda súbita da consciência. Foi atendido prontamente no campo pelo Dr. Ricardo Bastos, que não necessitou de fazer uma cardioversão. Foi reanimado com manobras mais simples e prontamente levado para o hospital, onde está recebendo todos os cuidados necessários.

Histórico do atleta
Fica muito difícil de chegar a uma conclusão agora, mas de acordo com o que o Dr. Eduardo Saad falou, foi uma arritmia benigna que não impediria ele de jogar. Tanto que ele liberou o atleta para atuar sem problema nenhum. Agora serão realizados exames – ressonância magnética, holter – tudo que seja necessário para preservar a integridade física e a saúde do atleta.

Futuro de Biro Biro
O mais improtante agora é a integridade física do atleta, a saúde. Vão ser realizados todos os exames, vamos virá-lo de ponta a cabeça para ver a real situação do jogador. É muito cedo para dizer o que vai ser definido em relação ao futuro do atleta.

Período de internação
Ele vai ficar internado, vai ser submetido aos exames internado até para uma eventual prevenção. Só vai sair do hospital depois que for totalmente diagonosticado e tratado da maneira correta.

Virose contra o Cruzeiro
A virose que o tirou não tem nenhuma relação com o evento de hoje. O que ocorreu é que ele fez os exames necessários, o cardiologista dele, o Doutor Saad liberou o atleta para os treinos e assim foi feito.

Nesses momentos de sustos que a gente toma na vida, vale exaltar também os profissionais que trabalharam no campo, Dr. Ricardo Bastos, Dr. Eduardo Amorim, o nosso cardiologista, que fizeram pronto atendimento de forma exemplar e não deixaram de maneira nenhuma que o atleta tivesse qualquer tipo de mal maior. A gente tem toda uma estrutura montada no clube, apesar das dificuldades financeiras, tudo. A gente tem um amor enorme pelo clube e vai sempre dar o melhor de nós para que dê tudo certo.

Christiano Cinelli sobre o pronto atendimento a Biro Biro


Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.