Valentim lamenta derrota e promete Botafogo forte por vaga na Sul-Americana

Loja Casual FC
Valentim Botafogo Atlético-MG
Valentim. Atletico MG x Botafogo no Estadio Mineirao. 4 de Dezembro de 2019, Minas Gerais, MG, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Valentim Botafogo Atlético-MG
Foto: Vitor Silva/Botafogo.

O Botafogo foi superado por Atlético-MG por 2 a 0, no Mineirão, pela 37ª rodada do Brasileiro. Esta foi a 21ª derrota do Alvinegro na competição. Ainda assim, o Botafogo de Alberto Valentim não corre mais qualquer risco de rebaixamento.

Afastado o risco de cair, o Botafogo ainda busca objetivos na temporada. Na próxima e última rodada, o Botafogo enfrenta o Ceará, no Nilton Santos, e pretende brigar por uma vaga na Sul-Americana de 2020, é o que garante Valentim.

— Nós já conversamos rapidamente ali. Nós precisamos iniciar a recuperação porque precisamos ir para o jogo muito fortes. Por nossos objetivos pessoais. Nosso objetivo é nos preparar muito forte agora porque precisamos dessa vitória para conquistar a vaga na Sul-Americana — lembrou.

Leia mais declarações de Alberto Valentim:

A partida

— Nós fizemos um jogo até igual no começo. É difícil jogar aqui. O Atlético-MG é rápido e a gente procurava ser um pouco mais ofensivo do que vínhamos sendo nos últimos jogos. Até porque eu sabia que os jogadores viriam mais leves. Nós levamos o gol e tivemos uma chance com Cícero boa. Um pecado. Agora temos que ver se conseguimos a nossa classificação na última rodada.

Como vai entrar o Botafogo contra o Ceará?

— Nós já conversamos rapidamente ali. Nós precisamos iniciar a recuperação porque precisamos ir para o jogo muito fortes. Por nossos objetivos pessoais. Nosso objetivo é nos preparar muito forte agora porque precisamos dessa vitória para conquistar a vaga na Sul-Americana.

Como você pretende montar o Botafogo com tantos desfalques?

— Gostei muito do Luis Henrique. É um garoto que entrou muito bem no jogo. Vai ter oportunidade de jogar essa partida. As outras duas vagas vou analisar para montar o Botafogo para o jogo contra o Ceará.

Balanço do trabalho

— Os números baixos. Não é aquilo que eu gostaria. Infelizmente. Quando eu chego, acabo perdendo alguns jogadores importantes, como Gilson, Alex Santana que ficou 40 dias sem jogar. E não voltou no ritmo que ele consegue. Perdemos o Marcinho. E não quis falar isso para não achar que estava querendo achar desculpa. Mas é analisar bem. Primeiro objetivo foi conquistado e agora nós temos um segundo para que eu possa fechar a passagem no Botafogo com a classificação para Sul-Americana.

Se depender do Botafogo o cruzeirense pode ficar tranquilo?

— O torcedor botafoguense tme que entender que nós vamos nos preparar da melhor maneira possível porque nós temos um objetivo. A gente precisa fazer esse jogo. O Cruzeiro tem dois jogos. Eles vão procurar fazer a melhor pontuação possível para permanecer na Série A.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.