Barroca inicia semana à procura de soluções para o Botafogo

Loja Casual FC
Barroca.Botafogo x Santos pelo Campeonato Brasileiro no Estadio Nilton Santos. 21 de Julho de 2018, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo.\rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. \r
Barroca Botafogo
Barroca está há quatro meses no Botafogo. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

A derrota para o Santos por 1 a 0, em casa, neste domingo (21) expôs problemas recorrentes do Botafogo de Barroca: falta de criatividade, lenta transição e baixa efetividade no terço final. Mais do que o resultado adverso no Brasileiro — no qual o Alvinegro não tem grandes pretensões —, a estagnação aparente da equipe preocupa às vésperas do duelo decisivo contra o Atlético-MG, nesta quarta (24), pela Sul-Americana.

Em entrevista coletiva após a partida, Barroca reconheceu os problemas do Botafogo e assumiu toda a responsabilidade.

— A gente tem dificuldade de fazer essa transição com controle do jogo. Tem sido uma constante na equipe. Preciso encontrar a forma de fazer com que a gente crie mais chances, que a gente chute mais, que a gente cruze melhor, que a gente aproveite melhor as bolas paradas, que faz diferença no campeonato.

Sem tempo para ruminar a derrota para o Santos, o desafio do treinador é encontrar soluções a dois dias da partida contra o Atlético-MG, pelas oitavas-de-final da Sul-Americana, quarta (24), no Nilton Santos.

Antes do duelo contra o Galo, a equipe de Barroca só terá um treino com bola, nesta terça (23). Hoje, os titulares como de costume fazem regenerativo. O trabalho, portanto, será mais à base da conversa. Mudanças na equipe titular não estão descartadas.

— O torcedor do Botafogo pode ter certeza de que não vou hesitar no que for preciso para encontrar soluções.

Para a partida de quarta, o treinador não poderá com Gabriel, um dos destaques da equipe. O zagueiro está emprestado pelo Atlético-MG. Marcelo Benevenuto deve ser o substituto.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.