João Paulo descarta torcida pelo Grêmio na Libertadores: ‘Neutro’

Loja Casual FC
João Paulo Botafogo Grêmio
Joao Paulo.Treino do Botafogo no Estadio Nilton Santos. 23 de Outubro de 2019, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
João Paulo Botafogo Grêmio
João Paulo quer Botafogo encarando o Grêmio como uma final. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

A vitória sobre o CSA por 2 a 1, na última segunda (21) trouxe alívio ao ambiente no Botafogo. Ao menos por ora. Antes do treino desta quarta (23), João Paulo lembrou a sequência dura do Botafogo no Brasileiro, mas rechaçou torcer pela classificação do Grêmio esta noite na Libertadores, para enfrentar os gaúchos com time misto, no domingo (27).

Confira a íntegra da coletiva:

Vitória dá um alívio para sequência?

— A gente sabe que no Brasileiro quando você fica ou três rodadas sem pontuar, muita coisa pode acontecer, tanto para bem quanto para mal. Agora, depois dessa vitória contra o CSA, precisamos pensar em subir na tabela no jogo contra o Grêmio. A gente tem tentado evitar pensar muito na frente, e focar sempre no próximo. Agora o Grêmio no domingo para que a gente consiga um bom resultado fora de casa.

Diferenças entre Valentim e Barroca

— Diferença sempre tem. Não tem como a gente falar se é melhor, pior. Tem diferenças. Algumas ideias diferentes, como o Valentim falou após o jogo, a gente está fazendo o máximo para pegar isso o mais rápido para pôr dentro de jogo. Por ser um início ainda, por mais que a gente já tenha trabalhado com o Valentim, já estamos conseguido fazer alguma coisa.

Lance do Leo Valencia contra CSA

— Lembro que na hora que eu cortei a bola e foi na direção dele, eu já gritei para ele levantar e seguir o lance, mas como hoje foi a representação, a gente não conversou ainda sobre o lance, mas acredito que vão pegar no pé dele hoje.

Sequência complicada no Brasileiro

— A gente sabe que tem uma sequência dura pela frente, quando a gente para falar em adversários, muitas vezes a gente lembra do primeiro turno, mas se a gente olhar de uma maneira mais ampla, todos os adversários têm sido difíceis, independente se são em casa ou fora. Precisamos pensar jogo a jogo. Fazer novamente o jogo como se fosse uma final, se vai estar com time misto ou completo, a gente sabe lá é muito complicado de jogar. Ir para lá com a mentalidade de buscar uma vitória ou um ponto.

Tamanho da ausência de Alex Santana na equipe

— Muito grande. Os números dele já respondem a tua pergunta. É um cara com um último terço de campo excelente, com arrancada, com último toque, finalização. Talvez ele seja um dos poucos jogadores no grupo com essa característica. É uma grande falta que a gente tem sentido, mas a gente espera que ele volte o quanto antes.

Flamengo x Grêmio na Libertadores

— Hoje é um jogo que tem movimentado o Brasil, a América do Sul. Talvez seja o maior jogo que vai ter dentro do país pela dimensão que tem, pelo campeonato que é. Todo mundo vai acompanhar. A gente fica neutro numa situação como essa. Precisamos focar muito no jogo de domingo.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.