Óscar Romero brilha em maio pelo Botafogo: números impressionantes

Loja Casual FC
botafogo oscar romero
Vitor Silva/Botafogo

Óscar Romero tem se destacado pelo Botafogo em maio, sendo o jogador com a maior nota do time no mês no “SofaScore” – plataforma especializada em estatísticas do esporte.

O paraguaio participou de cinco partidas, sendo titular em duas delas. O meia deu duas assistências, liderando o time neste quesito.

Além disso, Romero realizou nove passes decisivos, ocupando a segunda posição no elenco, e criou três grandes chances, também sendo o segundo melhor do time. Demonstrou grande precisão nos cruzamentos, com 67% de acerto, completando oito em doze tentativas.

Defensivamente, foi eficiente com seis desarmes. A atuação rendeu uma nota de 7.28 no Sofascore, a maior do elenco do técnico Artur Jorge.

A volta do indisciplinado

No dia 13 de maio, Romero foi cortado, junto ao meia-atacante Diego Hernández, da viagem do Botafogo para o duelo contra o Universitario, pela Conmebol Libertadores.

Segundo o “ge“, Romero e Diego Hernández levaram mulheres para a concentração do time em Fortaleza descumprindo ordens e acabaram descobertos por membros da comissão técnica. A punição partiu após conversas entre Artur Jorge e a diretoria do Botafogo. Depois da medida, os jogadores conversaram com um membro da alta cúpula do clube em Fortaleza e a decisão de afastá-los ficou acertada.

botafogo vitoria oscar romero
Vitor Silva/Botafogo

O que disse Romero

Logo após o episódio, Romero se posicionou e negou a versão da imprensa.

– Foi uma decisão do clube. Aconteceram coisas de convivência no hotel, na concentração, o clube tomou essa decisão. Também não é o que estão dizendo por aí, porque isso prejudica a minha família. Isso não é bom. Aconteceram coisas com meu companheiro, com Diego (Hernández), que não deveriam acontecer. Eles tomaram a decisão, para mim um pouco apressada, mas temos que acatar e estar prontos para estar à disposição – disse Óscar.

– Estão dizendo coisas que não são certas, coisas foras de contexto, isso chateia um pouco, minha família também se sente afetada. A imprensa muitas vezes divulga coisas com informações que não são precisas, não sei com que intenções – completou.

Óscar Romero não quis entrar em maiores detalhes por respeito à decisão do clube.

– Não posso dizer exatamente o que aconteceu, porque o clube também não o fez, para resguardar o elenco. Então eu gostaria de ser criterioso também. Mas quero deixar claro que estão dizendo coisas que não são certas, que estão fora do contexto. Falam de “indisciplina”, por exemplo, e isso pode ser muitas coisas. Acato a decisão, creio que poderia ter sido de outra forma, mas tenho que acatá-la – contou.

– Claro que fiquei surpreso, mas quando chegar todo o elenco, a comissão técnica e os dirigentes vamos conversar e resolver tudo. Estão dizendo coisas que não são certas, isso chateia um pouco porque tenho uma família por trás e não vou permitir que prejudiquem minha família – encerrou o meia-atacante.

Romero e Diego Hernández foram reintegrados pelo Botafogo e atuaram no empate sem gols com o Junior Barranquilla, na última terça, 28, na Colômbia, pela Libertadores.

Siga nossas redes: Twitter, Instagram, Facebook, YouTube e TikTok

Comentários

Sobre Redação 5564 Artigos
Fogo na Rede é um veículo profissional especializado na cobertura do Botafogo: últimas notícias, jogos e muito mais!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*