Titular incontestável de Barroca, Cícero é alvo da torcida do Botafogo

Loja Casual FC
Barroca e Cicero. Flamengo x Botafogo pelo Campeonato Brasileiro no Estadio Maracana. 28 de Julho de 2018, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo.rImagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. r
Barroca Cícero Botafogo
Cícero é tido como homem de confiança de Barroca no Botafogo. Foto: Vitor Silva/Botafogo

Contratado em fevereiro, Cícero chegou ao Botafogo sem despertar euforia na torcida. Com 34 anos, o meia estava sem clube e parado há um mês quando surgiu a proposta do Alvinegro.

Apesar de não ter vencido qualquer grande concorrência no mercado pelo atleta, o Botafogo ofereceu um dos maiores vencimentos do elenco ao meia em fase final de carreira — cerca de R$ 230 mil mensais.

Na coletiva de apresentação, em fevereiro, Cícero dizia estar animado com a oportunidade de atuar no Glorioso.

— Chego num clube hoje em que posso ser vitorioso novamente. Sou obcecado por objetivos. A cobrança sempre existe. Estou muito animado com esse novo desafio. O grupo é jovem e sei que vou poder ajudar cada um deles. Eles também vão me ajudar.

Em campo, no entanto, o meia parece longe do ânimo apregoado na entrevista. Não por acaso, foi um dos principais alvos dos torcedores que invadiram o treino do Clube nesta quarta (2).

A lentidão na transição entre defesa e ataque, além da cadência de Cícero com a bola são críticas recorrentes das arquibancadas do Nilton Santos.

Cícero Botafogo
Cicero é um dos principais alvos da torcida do Botafogo. Foto: Vitor Silva/Botafogo.

Números de Cícero no Brasileiro

Jogos disputados20
Gols3
Desarmes21 (média 1 por jogo aproximadamente)
Assistências1
Cartões amarelos5

Apesar dos números pouco convincentes, Cícero é titular absoluto do Botafogo de Barroca. Das 22 rodadas, só não atuou em duas — nos empates contra Cruzeiro (dor na coxa) e Chapecoense (suspensão).

Além disso, o medalhão só foi substituído por Barroca em três partidas — nas vitórias sobre o Bahia e Vasco, no Nilton Santos e na derrota para o Fortaleza, no Castelão.

Pressionado e com cargo ameaçado, o ainda inexperiente Barroca terá o clássico contra o Fluminense, domingo, às 16h, no Nilton Santos, para revisar convicções e voltar a vencer no Brasileiro.

Comentários

Sobre Diego Mesquita 1552 Artigos
Botafoguense, 36 anos. Formado em Jornalismo pela FACHA (RJ), trabalhou como assessor de imprensa do Botafogo F.R em 2010. Hoje, é setorista independente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.